Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 24, 2013

PLEASE PLEASE ME/FAIXAS 09-10

9. P.S. I Love You – 2:02

http://www.youtube.com/watch?v=p41xLRmEPoY&feature=player_embedded

Esta é de Paul em cima do que chama de uma fórmula: “Há certos temas fáceis de virar uma canção e uma carta está entre eles. É um tema popular e totalmente fictício, eu não a fiz para uma namorada de Hamburgo chamada Dot Rhone como algumas pessoas dizem,” conta ele em Many Years From Now. A canção chegou a ser cogitada para o lado A, mas o produtor Ron Richards, um auxiliar de George Martin, que dirigiu a sessão, descartou porque já havia uma canção com o mesmo nome, mas era de 1934, um excesso de zelo do nosso amigo. Na letra um cara manda uma carta para uma menina dizendo que a ama.

10. Baby It's You – 2:42 http://www.youtube.com/watch?v=X6Bdi_rTSig&feature=player_embedded Da dupla consagrada Burt Bacharach e Hal David com um dos autores de Boys, Luther Dixon, que assinou com o pseudônimo de Barney Williams. É uma bela de uma baba cantada por John com um viés canastrão, mas a levada …

PLEASE PLEASE ME/FAIXAS 07-08

7. Please Please Me - 2:04

Feita por John na casa da Tia Mimi, que o criou, na Menlove Avenue, Liverpool. “Foi uma tentativa de fazer algo ao estilo de Roy Orbison. Fiz no meu quarto na casa da Tia Mimi. Ainda lembro que ouvi Only The Lonely, de Roy, ou algo parecido. E também estava com um verso de Bing Crosby na cabeça “Please lend me your little ears to my pleas” e sempre fiquei intrigado com o uso da palavra Please duas vezes,” disse ele numa entrevista em 1980. A letra, que pede para uma parceira satisfazê-lo como ele a satisfaz, provocou algumas desconfianças de conotação sexual, mas a força da canção prevaleceu sobre os moralismos. Os versos são realmente meio sacanas, o cara dizendo pra ela que nunca tentou satisfazê-lo e que ele não precisa dizer a ela como se faz. 8. Love Me Do – 2:20 Uma das primeiras parcerias da dupla Lennon e McCartney, composta quando estavam na faixa dos 15 aos 17 anos. John reivindicava apenas a segunda parte, mas Paul lembra dela como esforço conjunt…

"PLEASE PLEASE ME"/FAIXAS 05-06

5. Boys - 2:24

 Canção dos compositores americanos Luther Dixon e Wes Farrell gravado pelo grupo vocal feminino negro americano The Shirelles, como lado B do single Will You Love Me Tomorrow, de 1960. Cantada por Ringo, que sempre cantaria uma canção a cada LP dos Beatles. A letra tem uma certa conotação gay porque fala de rapazes do ponto de vista feminino, mas Paul diz que ninguém se importou com essa conotação na época. A única mudança na letra foi no verso “My boy says when I Kiss his lips”, invertido para que o rapaz beijasse a moça. “Acho que era uma das coisas da juventude, a gente não dava a mínima. Gosto da inocência que havia na época,” diz McCartney para a Rolling Stone em 2005. 6. Ask Me Why - 2:24 Esta é em grande parte de John, inspirada na canção What’s So Good About Goodbye, de Smokey Robinson and the Miracles, de 1961. Paul diz que deu apenas algumas aparadas. A letra é uma declaração de amor que a menina aceita e o cara comemora, chora de alegria e diz que não acred…

"PLEASE PLEASE ME"/FAIXAS 03-04

3. Anna (Go to Him) - 2:56

Do cantor americano de country soul Arthur Alexander, lançada por ele em setembro de 1962. Uma favorita de John, que a cantava nos shows. Uma interpretação com um vocal meio estranho devido à gripe dele mas, mesmo assim, superior ao original. John soa mais dramático na segunda parte do que Alexander.Na letra o cara leva um toco da Anna, que lhe devolve um anel de compromisso e ele diz que ela pode ir com o outro, como se tivesse alternativa. Ele ainda apela dizendo que sempre sonhou com uma garota que o amasse de verdade porque várias outras partiram seu coração. Não colou. O complemento do título Go To Him não é cantado nem por Alexander nem por John. Ambos cantam “Go with him”.  Gravada na sessão da noite (19h30 às 22:45) em apenas três takes. 4. Chains - 2:21  Esta é de uma dupla consagrada de compositores Gerry Goffin e Carole King, sucesso (17º lugar na América) do grupo vocal negro feminino The Cookies. Fazia parte do repertório de várias bandas inglesa…

ESMIUÇANDO "PLEASE PLEASE ME"!

HISTÓRIA DE TODAS AS MÚSICAS DO LP.

1. I Saw Her Standing There - 2:55


A abertura do álbum não podia ser melhor. Um rock efervescente com a banda soltando fumaça e Paul com uma interpretação extraordinária. Em sua autobiografia Many Years From Now Paul diz que esta partiu de uma ideia sua quando voltava de um show em Southport e completada com John em setembro de 1962 na casa dos McCartney em Forthlin Road 20, Liverpool. “Às vezes começávamos do nada, mas geralmente um de nós tinha uma ideia inicial. Fiz a primeira estrofe com a melodia, o tempo e o tom. A gente ainda estava aprendendo. John gostava da maioria dos meus versos mas, às vezes, vinha com outras sacadas. Tinha um verso que era ‘She was just seventeen, she’d never been a beauty queen’. Implicamos com a segunda parte e mudamos para ‘You know what I mean’, que é legal porque não dá para saber no que a gente pensou. A letra fala de um cara que se encanta por uma garota num baile, o coração dá um pulo quando vai ao encontro dela…