21 ANOS SEM GONZAGUINHA: DIGA LÁ MEU CORAÇÃO!

CAVALEIRO SOLITÁRIODia 29 de abril passado, completaram 21 anos da morte do nosso Gonzaga Jr, Gonzaguinha. Numa época de intenso vazio cultural que se transforma cada vez mais num grande abismo sem fim, temos q reverenciar quem realmente cantava com sabedoria e talento. Gonzaguinha nos brindava em suas canções com as mais profundas reflexões e percepção acerca de sentimentos e afetos que permeiam as relações interpessoais. Do primeiro LP, em 1973, até o último em 1990, conquistou seu lugar na MPB e na memória de quem aprecia uma boa música. Destaco dele "Começaria tudo outra vez"-1976, "Diga lá, coração"-1979, "Sangrando"-1980, "Eu apenas queria q vc soubesse"-1981, "O que é o que é?"-1982, "Um homem tb chora"-1983, "Lindo lago do amor"-1984, "Espere por mim morena"-1987, "É"-1988. Filho adotivo do Rei do Baião Luiz Gonzaga, foi criado pelos padrinhos, que o iniciaram na música. Freqüentou desde cedo os blocos e rodas de samba do Estácio, principalmente a Unidos de São Carlos. Mais tarde entrou na faculdade de economia e conheceu, na Tijuca, o compositor Ivan Lins e o letrista Aldir Blanc (todos integrantes do MAU - Movimento Artístico Universitário), com quem apresentaria, alguns anos mais tarde, o programa Som Livre Exportação, na TV Globo.  Em 1973 participou de um programa de televisão com a música "Comportamento Geral", uma incisiva crítica ao regime militar, que gerou polêmica e esgotou seu compacto que estava à venda com a música. Desde então Gonzaguinha sempre teve outros problemas com a censura. Ainda na década de 70 excursionou por todo o país e gravou, em 1976, o disco "Começaria Tudo Outra Vez", um dos maiores sucessos de sua carreira. Lançou 16 LPs e participou de outros tantos durante a vida, e depois de sua morte - em um acidente de carro - coletâneas e discos ao vivo foram lançados. Suas composições foram gravadas com êxito por diversos intérpretes, como Maria Bethânia, Fagner, Elis Regina, Simone, Joanna, As Frenéticas e outros. Entre elas, "A Felicidade Bate à Sua Porta", "Explode Coração", "Grito de Alerta", "Espere por Mim, Morena", "É", "Sangrando", "O Que É o Que É", "Um Homem Também Chora (Guerreiro Menino)". Gonzaguinha se foi, aos 45 anos de idade e pouco mais de 20 de carreira. Deixou quatro filhos.

Nunca Pare de Sonhar

Gonzaguinha

Ontem um menino que brincava me falou
Hoje é a semente do amanhã
Para não ter medo que este tempo vai passar
Não se desespere, nem pare de sonhar
Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs
Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar
Fé na vida, fé no homem, fé no que virá
Nós podemos tudo, nós podemos mais
Vamos lá fazer o que será

http://letras.terra.com.br/gonzaguinha/46269/

Comentários

  1. Adoro Gonzaguinha Tbm....Da Melodia de Sua Voz Junto com a Sonoridade dos Instrumentos as letras Incriveis!! Salve Salve!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN

PARA O ÚLTIMO DIA DO ANO!!

NÃO EU!!