TITANIC!!

Reproduzo hj postagem  sensata do amigo Alexandre Cunha, residente em Porto Velho,sobre os cem anos do naufrágio doTitanic.

1912-2012_TITANICO fato a ser lembrado nesse mês é o centenário do naufrágio do Titanic, que teria afundado na madrugada do dia 15 de abril de 1912. Criou-se em torno desse fato uma teia de informações que ninguém sabe onde termina o fato e onde começa a imaginação. O primeiro mito é que o naufrágio do Titanic teria sido a maior tragédia marítima da história, com 1.514 vítimas. Não foi! O incêndio da embarcação filipina Doña Paz matou mais de quatro mil pessoas em 1987. Então por que se criou tanto mito em torno do naufrágio do Titanic? Por que o fato é tão lembrado até hoje, se houve tragédias muito maiores? Talvez por que tenha afundado na viagem inaugural depois de colidir num iceberg no meio do Oceano Atlântico e com a presença de celebridades a bordo.  Na história, sabemos que todo acontecimento tem heróis e vilões. No caso do Titanic é o comandante do navio, Edward John Smith. Tudo bem que ele não se compara a Francesco Schettino, comandante do Costa Concórdia, que foi o primeiro abandonar o navio. Mas ele não é tão herói assim. Smith foi imprudente ao não diminuir a velocidade do navio mesmo recebendo informações sobre a presença de icebergs na região. Ao permitir que botes salva- vidas saíssem parcialmente ocupados, deixou de salvar a vida de pelo menos 500 pessoas, um terço das vítimas. O vilão é J. Bruce Ismay, diretor da White Star, administradora do navio, que não permitiu que se acrescentassem mais 44 botes por causa dos custos e da estética, já que, nesse caso, os botes a mais teriam que ser alojados no convés da 1ª classe. Ismay não violou a lei ao não permitir esses botes a mais. A legislação britânica previa para navio do tamanho do Titanic a presença de 16 botes. Portanto, a navio estava com quatro botes além do que rezava a legislação. Mesmo assim, Ismay passou o resto da vida como pária e viajando incógnito em trens e navios. Outro grande mito é sobre a quantidade de tesouros guardados no cofre do navio naufragado. Por ter muita gente endinheirada a bordo, acreditava-se que o cofre estivesse recheado de ouro, joias e dinheiro. Isso despertou a ambição de caçadores de tesouros. Se deram mal! Em 1987, diante das câmeras de uma equipe de TV dos EUA, o cofre foi aberto. Dentro dele apenas um bracelete de diamantes. A fortuna que o Titanic carrega não está nos seus cofres, mas na imaginação de quem quer lucrar de alguma forma com ele. 

PS.: Às 2h20 da madrugada deste domingo, no meio do oceano, os passageiros do navio MS Balmoral Titanic Memorial Cruise fizeram um minuto de silêncio em honra aos mais de 1500 passageiros que morreram durante o naufrágio do Titanic que ocorreu há precisamente 100 anos. Em Belfast, na Irlanda, ou em Halifax, no Canadá, de costa a costa do Atlântico, um dos desastres mais dramáticos da História foi relembrado neste fim-de-semana.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN

PARA O ÚLTIMO DIA DO ANO!!

NÃO EU!!