Pular para o conteúdo principal

AINDA ANENCEFALIA!!

De quem é a vida afinal??? Boa questão... Creio que a vida não percente a ninguém. Nem aos pais ou ao que nasceu. Nem ao Estado ou familiares. A vida é por si somente. É uma coisa parecida com andar de bicicleta. Ou se está andando ou não. Quando se vive se vive e ponto. Agora, comparar anencéfalos com defeitos outros de mal formação congênita, aí é querer demais. Se afirmo anteriormente que a vida não pertence a ninguém, então abro espaço para defender a idéia de que nada devemos fazer em caso de anencefalia, certo??? Errado. Neste caso, creio, deve prevalecer a vontade de quem está a gerar um corpo que se negará a interagir com o mundo. Dizer que anencéfalos sorriem e coisas outras é evidente que permeia um discurso pré-definido anti-aborto. Mas o que pressupõe um anencéfalo??? Apenas corpo eivado de vida latente, não consciente de sua própria existência. E se não há consciência não há existência. Se o casal opta por interromper a gravidez num caso assim, então que seja dentro de uma norma longe de certas ações às escondidas e muitas vezes distante de salvaguarda da mulher que assim optar. Quanto a Esparta, bem. Esparta tinha uma realidade de guerra constante. Era uma cidade Estado que vivia em eterno combate e em busca dos despojos de guerra em caso de vitória. Portanto, Esparta não poderia admitir como realidade social a admissão de imperfeitos ou fracos que não poderiam guerrear e assim onerar com cuidados outros sua estrutura de máquina de guerra. Mas, de Esparta pra cá, muita água rolou por debaixo da ponte. Existência é precedida de consciência. Se não há possibilidade de haver um desenvolvimento de consciência então não necessidade de se existir.

Comentários

  1. Maio, Vc chegou a ver o voto de Peluso? Já esta rolando na net e eu deixei na minha página do facebook. ele enfrenta adequadamente estas questões trazidas por vc. Diz, por exemplo, de modo apenas aparentemente simplista que se um anencéfalo morre é porque vive e, portanto, está constitucionalmente protegido. Vale à pena conferir.

    ResponderExcluir
  2. Aliás, nós devemos existir somente enquanto somos necessários? Se não há necessidade de existir pode-se fazer um "descarte"?

    ResponderExcluir
  3. na minha opiniao pode... muitos descartes sao feitos cotidianamente. vide as paginas policiais... nenhuma existencia eh segura e determinada. tudo mais eh tenue e desaparece no ar!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

DIA INTERNACIONAL DA SÍNDROME DE DOWN

Professora Débora, que tem síndrome de down, à desembargadora: Ensino às crianças “que tenham respeito pelas outras” Débora Araújo Seabra de Moura tornou-se a primeira professora brasileira com síndrome de down. Ela já publicou um livro, Débora Conta Histórias, que traz fábulas sobre o direito de ser diferente. Segundo a Tribuna do Norte, faz 13 anos ela trabalha como professora assistente na Escola Doméstica, de Natal. Foi a notícia de que o Brasil tinha professora com síndrome de down que levou a desembargadora Marília Castro Neves, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a fazer uma postagem num grupo fechado do Facebook. Marília é a mesma que escreveu que a vereadora Marielle Franco, assassinada no Rio, era “engajada com bandidos” e teria sido eleita pelo Comando Vermelho. Depois disso, internautas foram atrás de outras postagens de Marília. E encontraram esta, a um grupo fechado do Facebook:  “Voltando para a casa e, porque vivemos em uma democracia, no rádio a única opção é a V…

PODERIA SER EM CAMPINA GRANDE!!

Onde foi que eu errei?CARLOS MOTTA SEX, 05/10/2018 - 18:47 Onde foi que eu errei?, por Carlos Motta Posso estar enganado, mas acho que uns 80% dos meus amigos, colegas e conhecidos de infância, adolescência e de jovem adulto da Jundiaí onde me criei, vão votar neste domingo no candidato presidencial que odeia homossexuais, negros e nordestinos, faz apologia à tortura, glorifica a ditadura militar, despreza a cultura e as artes, é a favor da venda indiscriminada de armas de fogo, pensa que o sexo feminino é inferior ao masculino, quis cometer atentados terroristas quando servia ao Exército, e enriqueceu, de modo mais que suspeito, depois que virou político, não apenas a si próprio, como a toda a sua família. Jornais de todo o mundo civilizado têm alertado que a sua vitória representaria um gigantesco retrocesso ao processo civilizatório brasileiro e à incipiente democracia que o país vive. Desde jovem, talvez sob a influência de meu pai, o saudoso capitão Accioly, carrego uma profunda o…

MUSEU: TRAGÉDIA ANUNCIADA

Em 2017, mais brasileiros foram ao Louvre, em Paris, do que ao Museu NacionalRafael BarifouseDa BBC News Brasil em São Paulo
Museu Nacional teve menos visitantes em 2017 do que o número de brasileiros que visitou o Museu do Louvre no mesmo ano. O Museu Nacional registrou 192 mil visitantes em 2017, segundo informou a assessoria de imprensa da instituição à BBC News Brasil. No mesmo período, 289 mil brasileiros passaram pelo Louvre, em Paris, na França, uma das principais instituições de arte do mundo, segundo registros do próprio museu. O número de brasileiros que visitaram o museu francês é 50,5% superior à visitação total da instituição brasileira.  O Louvre teve um aumento de 82% do número de visitantes do Brasil no ano passado em relação a 2016. Foi o segundo maior crescimento de público de um determinado país - os russos lideram com 92%. Os brasileiros foram a terceira nacionalidade que mais visitou a instituição, atrás apenas de americanos e chineses. Representaram 3,5% dos 8…